A Seleção Brasileira completa cinco jogos após a final da Copa América e o futebol apresentado de lá para cá, é precário. Fato que vem despertando um desinteresse enorme de todos os brasileiros.

Hoje foi um dia de Brasil x Argentina, mas que muitos souberam da partida apenas um dia antes. A culpa é do desempenho pífio da canarinho, que não vence e convence há cinco partidas, sob o comando de Tite. Técnico que caminha a passos largos de deixar uma impressão pior ainda para seu público. As constantes dúvidas e questionamentos de suas convocações para amistosos ou competições, reforçam a tese de que existe uma poderosa “panela” na Seleção.

Inúmeros atletas que já trabalharam com o Adenor, no Corinthians, por exemplo, são nomes que tem presença quase carimbada nas listas. E jogadores que por créditos e não por merecimentos, são figuras indispensáveis.

Há um enorme desperdício também, o treinador gaúcho parece fechar seus olhos para o futebol brasileiro. Muitos se destacam por seus clubes, mas não tem o devido reconhecimento de sua própria federação, chega a ser um descaso!

Futebol pobre e que se não fosse alimentado pela mídia, morreria de fome. Tem quem acredite que um clube, apresente um grande espetáculo, enquanto a seleção protagoniza um show de humor. Essa pessoa deve ser levada a sério.

Derrotas para Peru e Argentina, empates contra Senegal e Nigéria marcam a total perda de paciência dos torcedores e um ensaio: “Fora Tite”.