As recentes conquistas da Libertadores e do Brasileirão, deixaram o Flamengo em um nível muito elevado em relação ao seus rivais atualmente. Mas a discussão sobre em qual patamar ou prateleira está o time carioca, ganhou força.

É evidente que Santos e São Paulo devem se preocupar com a crescente do Fla, porém é cedo para o colocar no mais alto patamar do futebol brasileiro. São Paulo possui três Libertadores e três Mundiais de Clubes, e por muitos, é considerado o maior clube do Brasil.

Em tradições em competições internacionais, o Flamengo perde de lavada e acumula fracassos. Houve o sortudo de acompanhar o elenco de 1981 e há o azarento que acompanhou as seguidas eliminações ainda na fase de grupos. Toda essa prosa pode ganhar outro rumo, pois como atual campeão da copa, o rubro-negro será merecedor de mais respeito na competição daqui pra frente.

Não basta apenas correr atrás do tricolor paulista, é necessário também colar no tricolor gaúcho. O Grêmio é o time mais copeiro do país, em sua história são três Libertadores e cinco Copas do Brasil, um currículo de extrema expressão. Já no Brasileiro, deixa a desejar com apenas dois títulos. Desde que o sistema de pontos corridos foi criado, o Imortal não levantou o caneco nenhuma vez e foi rebaixado para a segunda divisão em uma oportunidade.

Flamengo corre a passos largos atrás desses enormes times, não há dúvidas que o elenco atual vá brigar por coisas ainda maiores, um perfeito exemplo é o Mundial, agora em dezembro. Talvez a principal peça desse sucesso todo, seja o treinador da equipe, Jorge Jesus. O Mister parece ter entendido muito bem o DNA que a torcida tanto pedia para o clube.

Com a permanência do comandante, já é melhor deixar um espaço a mais na sala de troféus. 2020 promete muito. O tri da América, o tetra da Copa do Brasil e o octa do Brasileirão. Títulos que vão realmente deixar o Flamengo em um senhor patamar.